ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 14 de janeiro de 2017

NÃO ERA O QUE EU PENSAVA!


Era lobo em pele de cordeiro,
e eu não percebia.
Com seu olhar traiçoeiro,
me iludia.
A serpente mais vil
que alguém já viu.
Era o sal se fingindo de mel.
Medusa misturada com Jezebel.
Sereia do mal.
O tesouro  era um pote de ouro,
mas um ouro de tolo.
Como eu fui tolo,
nada valia, reles bijouteria.
Prometia a paz celestial,
escondia  um inferno astral.
Doces palavras, péssima conduta.
Até que era bela,
mas não era donzela, nem santa...
Era uma puta...
como tantas.

==
imagem ( resumoescolar )

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

ESPELHO MEU... MUITO MEU!



 
Se esse texto fosse uma música eu o chamaria: BALADA PARA 2013.
Hoje de manhã meu primeiro contato mental foi com Deus, na minha oração matinal. Meu primeiro contato verbal foi com o despertador, ele gritou no meu ouvido, e eu perguntei: “ Já? “ . E ele respondeu: “ Já! ”. A cama me abraçava como se fosse uma mulher, mas eu precisava ir. E os primeiros olhos que vi, foram os meus ... de frente com o espelho. Foi tão bom me ver assim tão natural, acordando, de cabelo atrapalhado, escova do lado da boca, sem óculos, algumas olheiras, sem o creme de rosto da noite, é dessa forma que devemos nos achar bonitos, sem as “maquiagens” do dia a dia. Foi então que senti uma vontade intensa de me abraçar... e o fiz. Fechei os olhos e abracei a mim mesmo, demoradamente, num silêncio total, viajei para dentro de mim, sem vontade de voltar, e pensei: “Puxa vida, como eu estava com saudades de mim!”. Passamos o tempo todo nos preocupando com o que dizem da gente, com o que o pensam, tentamos nos moldar à vontade alheia, submissos ao que não nos faz felizes, e acabamos nos esquecendo da gente mesmo. Olhei de novo para o espelho, e falei: “Espelho, espelho meu. Existe alguém mais EU do que eu?”. Ele respondeu. “Não! Ninguém é mais você do que você mesmo. E não é por egoísmo, é que ninguém vai se importar com você, se você mesmo não cuidar disso. Busque o amor, faça o amor, sonhe com o amor, mas antes de tudo... seja o amor. O coração é o nascedouro de tudo que ocorre na gente , para gente e pela gente, então que dele brote amor, amor próprio principalmente. Esqueça seu guru, você é o seu líder! Cresça na simplicidade, na humildade, pois só assim você mata os monstros que talvez um dia você mesmo criou dentro de você, temos facilidade para criar monstros e dificuldade para plantar flores, temos sede, mas não saciamos a sede do outro. Não existe felicidade sem mutualismo. Lembre-se... para que tudo seja possível... ame-se”. Já fiz essa viagem para dentro de mim outras vezes, e posso garantir que não é mesmo nada egoísta, pois cada vez que viajo ao meu EU, me aproximo mais das pessoas, porque trago coisas lindas de dentro de mim para entregá-las. A poesia é só uma delas, eu sou um universo de emoções, tudo em mim transcende, transborda, extrapola os limites físicos do Ser. Às vezes não sei muito lidar com isso, mas é assim que eu nasci, e eu não tenho muita intenção de mudar, foi assim que cheguei até aqui, com meu jeito tresloucado, distraído, mas nunca corrompido na minha verdadeira essência. Essência é tudo! Muito prazer, meu nome é Carlos!
==

Um texto de 2012 que serve para sempre.

sábado, 31 de dezembro de 2016

O QUE VAMOS SER EM 2017?


Minhas promessas para o novo ano vão muito além de uma dieta, de comprar um carro novo, de fazer uma viagem. Nada contra quem faz esses planos, uma dieta por exemplo, é algo muito saudável, viajar é muito gostoso, todo mundo quer ter um carro melhor, não há nenhum pecado nisso. Mas eu falo sempre de mudanças espirituais, pois até para termos uma vida material agradável, precisamos ter uma vida espiritual em paz também. O espírito estando bem, o corpo também ficará. Sendo assim, eu prometo para 2017: Orar mais. Agradecer mais. Não praguejar. Dar conselhos. Pedir conselhos. Crer mais. Dar palavras de conforto. Dizer coisas boas às crianças. Promover a paz dentro daquilo que me é possível. Que eu não seja motivo de discórdia, mas de aproximação. Ponderar. Moderar. Não agir no ímpeto. Compreender mais. Prometo vestir-me de uma aura branca que faça as pessoas que me virem, sentirem energia boa, que olhem para mim e sintam acolhimento, e não repulsa. Prometo irradiar somente boas energias, não dar fluidos a coisas negativas. Não fazer fofoca. Não julgar. Prometo ter conteúdo. Prometo mais poesia. Prometo ser LUZ!
Algumas pessoas que me conhecem vão dizer: “Mas você já faz tudo isso, Carlos”. Não sei se faço, as pessoas de fora veem melhor, graças a Deus já ouvi isso várias vezes na vida, mas eu sei que procuro fazer sim, às vezes a gente falha, porém eu não falho de má intenção, eu falho é por descuido mesmo, então eu prometo também ser mais cuidadoso para falhar o menos possível, porque algumas coisas estão sim ao nosso alcance, a gente pode até não salvar o mundo, mas pequenas atitudes melhoram muito o ambiente: da casa vai para a rua, da rua vai para o bairro, do bairro vai paras as cidades, das cidades vai para o país... e do país vai para o mundo... e do mundo vai para o universo, e o universo nos devolve tudo isso. É um ciclo! Essas coisas que fazemos, tanto as ruins quanto as boas, talvez a gente não vê, mas as está fazendo, seja limpando ou poluindo o universo, e eu escolhi ser um bom canal de coisas boas. Que canal você vai ser???
==
 

( imagem universalismocristico )

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

PAZ... QUANDO?


Haverá paz quando ela sair dos slogans e ir direto aos nossos corações.
Quando deixar de ser meras rimas de canções
Quando não for apenas desejos amiúde
Quando a palavra se tornar atitude.
Paz vai haver ...
Quando a ignorância ceder à tolerância.
Quando deixar de ser símbolo
para ser a nossa meta.
Brilhar não nos letreiros,
mas no nosso olhar,
que cada um seja profeta
da paz que vamos buscar.
Quando calarem os canhões
e sossegarem os dragões
que criamos, e dentro do peito trazemos.
Quando aumentar a fé que pouco temos.
Quando a criatura respeitar o Criador
E que a sociedade não seja em fragmentos.
Que a tão cantada palavra amor
não esteja em nós apenas em momentos.
Diante de tudo o que vejo
posso estar dizendo apenas mais um tolo desejo,
Continuo sonhando;
é que às vezes fico triste com a certeza que carrego...
de que o mundo só vai ser melhor
quando o homem dominar o seu ego.
e mais uma vez eu pergunto... quando?

==

Todos ( ou quase todos) os meus poemas têm histórias. Esse foi feito por volta de 1978/79, eu ainda estava muito chateado com o assassinato do John Lennon, para mim a maior covardias já feitas contra um artista, contra a própria arte, eu diria. Dizem que ele foi morto por um fã psicopata. Há controvérsias, John Lennon era um pensador, e pensadores incomodam.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

FOI JOHN LENNON QUEM DISSE.



Quando John Lennon falou
que não era o único sonhador
não sabia o quanto acertou.
Os sonhadores estão por aí a cada dia mais .
São pequena minoria, é verdade,
mas, ai da sociedade se morressem todos os ideais.
Foi John Lennon quem disse
que não é assim tão difícil
que basta dar uma chance à paz.
Jogar certo os jogos da mente,
não de forma individualista, mas altruísta.
Poder para o povo.
Já que deu tudo errado até agora, começar de novo.
Imagine e tudo será feito
O novo brota dentro de cada peito, e se espalha
enxovalha todo o planeta,
e o que era difícil, fica fácil,
o ruim fica bom.
Ainda bem que aquela bala
não calou a música do John.
====================
Eu também estou muito feliz de não ser o único sonhador.

Ideias extraídas de algumas músicas de John Lennon. "Imagine, "Power to the people", "The war is over" , "Mind Games".
==

imagem aduncdeviandart.com )

sábado, 24 de dezembro de 2016

CALIX BENTO ( canta Milton Nascimento )


Ó Deus salve o oratório
Ó Deus salve o oratório
Onde Deus fez a morada, oi, ai, meu Deus
Onde Deus fez a morada, oi, ai

Onde mora o Calix Bento
Onde mora o Calix Bento
E a hóstia consagrada, oi, ai, meu Deus
E a hóstia consagrada, oi, ai

De Jessé nasceu a vara
De Jessé nasceu a vara
Da vara nasceu a flor, oi, ai, meu Deus
Da vara nasceu a flor, oi, ai

E da flor nasceu Maria
E da flor nasceu Maria
De Maria o Salvador, oi, ai, meu Deus
De Maria o Salvador, oi, ai.
===

( Letra folclore mineiro, adaptação de Tavinho Moura )